Buscar
  • Jorge Bispo

Isaque e Rebeca ll


Alegria no casamento

Neste texto queremos destacar um comportamento bastante importante na vida do casal, sem ele, ao longo do tempo, o casamento pode ficar rotineiro e sem graça, sem sal. Este comportamento é o bom humor, não é possível ter uma convivência agradável com seu cônjuge, se não conseguimos sorrir das pequenas coisas, de situações inusitadas ou mesmo de algumas dificuldades.

O casal Isaque e Rebeca, nos mostra o quanto eles tinham este bom humor íntimo, um com o outro. Eles estavam vivendo uma situação bem difícil, pois a fome havia chegado a sua terra e agora eles precisavam decidir o que fazer para conseguir alimentação para sua sobrevivência, e a decisão foi ir à outra terra, onde o comportamento das pessoas não era adequado aos que viviam diante de Deus.

Gn 26:1 “Sobrevindo fome à terra, além da primeira havida nos dias de Abraão, foi Isaque a Gerar, avistar-se com Abimeleque, rei dos filisteus.”

Isaque e Rebeca, mesmo estando em acordo, tinham intimidade com o Senhor, de forma que recebiam sua orientação continuamente, pois eram servos fiéis do Senhor. Gn 26:2, 3 “Apareceu-lhe o Senhor e disse: Não desças ao Egito. Fica na terra que eu te disser; habita nela, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e a tua descendência darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a Abraão, teu pai.”

Assim Isaque e Rebeca foram em paz àquela terra.

Naquela terra Isaque passou pela mesma situação de seu pai Abraão, e teve o mesmo comportamento, qual seja, dizer que sua esposa era irmã, com receio de ser morto e lhe tomassem a esposa. Gn 26:7 “Perguntando-lhe os homens daquele lugar a respeito de sua mulher, disse: É minha irmã; pois temia dizer: É minha mulher; para que, dizia ele consigo, os homens do lugar não me matem por amor de Rebeca, porque era formosa de aparência.”

Vejam então as dificuldades que estavam passando este casal, inclusive com o risco de morte, como Deus havia confirmado esta direção eles cumpriram, e passado tempos o casal acomodou-se naquela terra, e embora soubessem que era um povo estranho, não deixaram de ser alegres um com o outro. Vamos ver que o bom humor deles permaneceu e o carinho entre eles era comum e público.

Gn 26:8, 9 “Ora, tendo Isaque permanecido ali por muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhando da janela, viu que Isaque acariciava a Rebeca, sua mulher. Então, Abimeleque chamou a Isaque e lhe disse: É evidente que ela é tua esposa;...”.

Como o rei Abimeleque reconheceu que eram marido e esposa, apenas observando as carícias (brincadeiras) que Isaque fazia em Rebeca? Porque eram carícias ou brincadeiras íntimas, que só se vê entre marido e esposa.

Será que vocês como casal têm sido reconhecidos, ao longe, apenas pelo comportamento que têm? Ou quando são apresentados como casal as pessoas ficam surpresas? Pensem nisso ...

JORGE e YARA BISPO.


26 visualizações
Peniel Church

 

ABBEY BAPTIST CHURCH

Abbey Square - Reading

RG1 3BE - Berkshire

DOMINGOS  -  18h

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Twitter Icon

Fale conosco